sábado, 23 de abril de 2011

Felizmente Há Luar (2009)


Em Maio de 2009, no âmbito da disciplina de Português (estando nós no 12º ano na altura), fizemos uma peça de teatro, encenada pelo nosso caríssimo Pedro Gonçalves, uma adaptação da obra de Luís Sttau Monteiro, "Felizmente Há Luar". Foi uma excelente experiência, e sei que não falo apenas por mim. Éramos um grande grupo e agradeço a todos de coração. E especialmente ao Pedro Gonçalves pela elevada confiança que depositou em nós. Todo o esforço valeu a pena, e deu-nos um enorme gozo demonstrar o nosso trabalho naquela noite muito especial. Adorava ter oportunidade de repetir mais uma vez, ou até quem sabe, trabalhar noutra peça encenada pelo Pedro!

Sinopse:

Um grupo de populares manifesta o seu descontentamento, nas ruas de Lisboa, face à miséria em que vive. Um Antigo Soldado, que se encontra junto do grupo, refere a figura do General Gomes Freire de Andrade como homem generoso e amigo do povo. Vicente, embora seja um elemento do povo, discorda das palavras daquele e tece comentários desfavoráveis acerca do general. A chegada da polícia vem pôr termo a esta discussão, provocando a dispersão dos presentes. Vicente é levado pelos dois polícias à presença de D. Miguel Forjaz, um dos três governadores do reino. Vicente, tornando-se traidor da sua classe, aceita desempenhar o papel de delator e denunciar os nomes daqueles que conspiram contra o reino. Os governadores, D. Miguel, Principal Sousa e Beresford, tentam a todo o custo encontrar o nome de um responsável pela conspiração, responsabilidade que vai recair sobre Gomes Freire. O general, juntamente com outros conspiradores, é executado na praça pública, em S. Julião da Barra. A esposa do general, Matilde, e o seu grande amigo, Sousa Falcão, tentam por todos os meios ao seu alcance salvar Gomes Freire, pedindo ajuda a Beresford, aos populares, a D. Miguel e, por fim, a Principal Sousa, mas a morte de Gomes Freire de Andrade era um mal necessário às razões de estado.

Partilhamos com vocês, então, este nosso projecto (dividido em três partes):

EM BREVE



Lista de Actores:


Matilde - Sara Queiroz/Tânia Mano
William Beresford - Pedro Ferreira
Sousa Falcão - Otávio Franca
Principal Sousa - Joana Queiroz
D. Miguel Forjaz - Francisco Gonçalves
Vicente
- Nuno Magalhães
Dois Polícias - João Pisco e Zé
O Soldado - Cláudia Ribeiro
Manuel - Miguel Penetra e Francisco Tanoeiro
O Povo - Leandro Salgueiro, Ana Miranda, Carla Silva, Inês Moreira, Morino Neto, Pedro Miranda, Filipa Nunes


1 comentário:

  1. Olá pessoal responsável por esta enorme surpresa (lembra-me de quando te vir, de te dar um enorme beijinho Jota =P).

    Foi uma peça fenomenal que me deu um gozo tremendo em participar. Tinha-mos tudo: qualidade (pffft, era-mos nós...), confiança (acho que já dizia as minhas falas durante o sono de tanto ensaiar) e até era engraçado (no comment)...

    Espero que postem a gravação em breve, e é uma honra ter o meu nome mencionado em tão ilustre website!

    Em prol dos anos que passaram: "Se ele quisesse?"

    ResponderEliminar