terça-feira, 13 de abril de 2010

Shaun of the Dead (2004)

"It's just one of those days when you're feeling a little...dead."

Nunca pensei que fosse possível um filme ser incrivelmente bem sucedido ao fazer a combinação de humor britânico e comédia romântica com zombies. Obviamente que este filme é uma sátira, mas é sem dúvida, dos melhores filmes de zombies que há. É o melhor representante de um "terror bem humorado". Edgar Wright visionou um filme de comédia de humor negro e conseguiu concretizar a sua ideia da melhor maneira.
Como já tive oportunidade de dizer quando fiz a análise de "Diary of The Dead", filmes de zombies agradam-me imenso. Assim, para admiradores do género como eu, quando este filme saiu, não estava com grandes expectativas, pois parecia-me que iria atraiçoar o género, tão bem construído por George A. Romero (senhor mais conhecido por realizar a colecção de filmes "Living Dead"). Temia que este filme "aparvalhásse" demasiado. Não poderia estar mais enganada, e foi uma agradável surpresa. Claro que este filme contém mais elementos cómicos do que aterradores, mas mesmo assim, contém algumas cenas "gore" satisfatórias e cenas violentas. É inegável as influências de George A. Romero em "Shaun of the Dead", aliás, há bastantes referências durante o filme.

O filme retrata a história de Shaun (Simon Pegg) que tem uma vida que não lhe está a correr de feição; Passa a vida num bar com o seu amigo Ed (Nick Frost), não liga muito à sua namorada Liz (Kate Ashfiel), tem alguns problemas com a sua mãe e padrasto e para além disso, não é levado muito a sério no trabalho. Liz resolve dar-lhe com os pés. Shaun está a ter um dia péssimo e aí decide mudar o rumo à sua vida. Era necessário reconquistar Liz, melhorar o relacionamente com a sua mãe e começar a alterar os seus hábitos. No entanto, Shaun vai se deparar com um pequeno problema que lhe poderá dificultar a vida: nesse mesmo dia, os mortos decidem voltar à vida, e esfomeados. Shaun terá que se tornar num herói juntamente com Ed para conseguir salvar toda a gente que gosta. Isto tudo com muita comédia à mistura.

"Shaun of the Dead" é um filme hilariante que nunca é aborrecido e entediante. Dei por mim muitas vezes a apertar a barriga só com a dor que sentia. É o humor britânico absolutamente no seu melhor.
Apesar do filme não ter si
do feito para assustar (lembro-me de só ter saltado da cadeira em uma cena apenas), permanece fiél ao género de filme. Os zombies são estúpidos e não correm, como acontece no remake de "Dawn Of The Dead" (2004). A caracterização em "Shaun of the Dead" está bastante boa e realista, apesar de não ser a melhor que já tenha visto.
Simon Pegg assume a liderança do filme de forma absolutamente excepcional, juntamente com Nick Frost que interpreta a personagem Ed lindamente. São uma grande dupla, fartei-me de rir com eles. Claro que neste filme podemos contar com dos melhores actores britânicos, incluindo Kate Ashfield, Lucy Davis e Bill Nighy, que igualmente desempenham o seu papel de forma perfeita. Posso verdadeiramente dizer que, relativamente aos actores, não há falha nenhuma. São todos extremamente credíveis e simplesmente fantásticos.

Para concluir, este é um filme imperdível para fãs do género. No entanto, mesmo para aqueles que não apreciam muito filmes de zombies são capazes de gostar imenso deste, porque é comédia pura. Tem um bom argumento, grandes performances, uma boa banda sonora, e o facto de ser do mais hilariante que há, para mim faz o filme ser excelente.

EXAME

Realização: 9/10
Actores: 10/10
Argumento/Enredo: 8/10
Duração/Conteúdo: 8/10
Efeitos/Fotografia: 7/10
Banda sonora/Efeitos sonoros: 8/10
Transmissão da ideia principal do filme para o espectador: 8/10

Média global: 8.3/10

Crítica feita por Sara Queiroz



Informação

Título em português: Zombies Party - Uma Noite... de Morte
Título Original: Shaun of the Dead
Ano: 2004
Realização: Edgar Wright
Actores: Simon Pegg, Kate Ashfield, Nick Frost

Trailer do filme:

0 comentários:

Enviar um comentário